PT EN FR DE ES
Buraco das Araras - Casas de araras sobrevoando o Buraco das Araras Bonito MS Brasil Bonito Incomparável
Buraco das Araras

Alguns lugares têm mais do que uma história. Têm centenas. E uma melhor do que a outra. A primeira do Buraco das Araras aconteceu há 200 mil anos. Um enorme estrondo fez estremecer as matas, assustando tigres-de-dente-de-sabre, preguiças-gigante, antas e tatus-gigante. Nenhum de nossos ancestrais hominídeos se espantou: eles ainda não haviam chegado à América do Sul. Depois que a poeira assentou, surgiu uma das visões mais impressionantes do planeta. Um buraco de proporções descomunais. Um buracão, como disseram os peões de gado que o descobriram em 1912. Com o passar dos anos mais histórias foram se acumulando em torno do buraco. Foi um meteoro, disseram alguns. Foi o teto de uma caverna que desabou, disseram os cientistas. Os eslovenos sabem o nome disto. Dolina, que significa vale. Para quem vem à Bonito, é o Buraco das Araras. Mas não só delas, sabia? 

 

Máximo de visitantes / dia: 

Trilha contemplativa, 495. Observação de aves, 24.

Adultos e crianças 

Atividades: Trilha contemplativa e observação de aves

Duração do passeio: 1h20 a 7h00

 

A maior dolina da América do Sul

500 metros de circunferência por um prédio de mais de 30 andares de profundidade: 100 metros. Muito raramente a Terra se dispõe a criar uma dolina. São necessários milhões de anos cavando e cavando e cavando. E de dentro para fora.

Era uma vez 10 milhões de anos atrás

O Buraco das Araras começou a ser “cavado” há 10 milhões de anos. Grão de areia por grão areia, porque o solo do local é do tipo arenítico. Até que houve o que os geólogos chamam de colapso. Uma possibilidade é que existisse água sustentando o teto da caverna. A água baixou aos poucos, a pressão sugou o teto da caverna e as Araras ganharam uma mansão para morar. 

O jacaré-de-papo-amarelo é um bicho invejoso, dizem as araras

Claro que as araras não iriam reinar sozinhas no Buraco. De alguma forma, um casal de jacarés-de-papo-amarelo deu um jeito de viver no paradisíaco lago esmeralda que existe no fundo da dolina. A primeira explicação de como chegaram ali você pode desconsiderar: rapel. A segunda: escorregaram após uma forte chuva e a correnteza os jogou no Buraco. A terceira é mais estranha ainda: alguém os teria colocado ali de propósito.

Tem que engolir sapo para sobreviver

Aí você pergunta: tá bom, mas como os jacarés vivem no fundo do Buraco? A teoria é que eles se alimentam de rãs, sapos e de animais distraídos que caem lá dentro. Os jacarés se reproduzem, começam a achar o lugar pequeno demais, comem uns aos outros, um casal sobrevive, e a vida continua. Engolindo sapos. Pelo menos os que a sucuri deixa. Isso mesmo, ela também mora no Buraco das Araras.

“Você não passa de uma garça-vaqueira, vou lhe dar um socozinho no bico!”

Quem curte bisbilhotar a vida alheia das aves vai se realizar no Buraco das Araras. Mais de 150 espécies de aves alegram o passeio. Um enorme condomínio vertical visitado por marias-faceiras, gaviões-pato, emas, jaós, jacupembas, mutuns-de-penacho, aracuãs-do-pantanal… tem até saci!

Esta história do Buraco das Araras o mundo inteiro conhece

E não é que o tal buracão virou estrela internacional de cinema? No jogo de futebol da animação Rio 2 ele rouba a cena. É o estádio onde acontece a emocionante partida entre as araras.

O Canal OFF vai deixar ainda mais pessoas ON no Buraco

Esse povo de TV é tudo jacaré-de-papo-amarelo! Depois que o Buraco das Araras brilhou no desenho Rio 2, a equipe de filmagem do canal Off ficou com inveja e veio registrar o famoso buracão. Ele está na série 40 Dias no Pantanal, incluindo a Serra da Bodoquena. O Off é o canal de emoções ecológicas mais legal da TV brasileira. 

Ouvidos atentos, olhos abertos, câmera a postos

Assim que chegar ao receptivo do passeio, tome um cafezinho, se estique na rede, visite a lojinha, confira se trouxe a câmera ou celular, para tirar fotos. A excursão até o Buraco das Araras será feita através da trilha de 970 metros, com duas paradas.

Histórias que só podem ser contadas aos turistas

O guia lhe contará as histórias e lendas que cercam o lugar. Como o Buraco era utilizado antes de se tornar um atrativo turístico. Como ele foi recuperado. Falará também sobre a fauna e a flora. Dará dicas de fotos. Sua expectativa e curiosidade em ver de perto o Buraco das Araras irá crescer a cada passo.

Foto: Ricardo Castilho

Você chegou onde tudo começou há 200 mil anos

Uma imensa cratera com paredões de arenito em meio à vegetação do cerrado. Um imenso olho verde fitando o azul perfeito do céu. Araras circundando os seus ninhos, bailando no ar.  Foi isso que os peões que descobriram o Buraco viram em 1912.

Foto: Daniel de Granville

A vida amorosa das Araras

De junho a dezembro o Buraco se transforma em uma das maiores concentrações de Araras Vermelhas do mundo, com aproximadamente 120 indivíduos com cores, cantos, voos e personalidades diferentes. As araras podem depositar até três ovos em seus ninhos, nos vãos das rochas.

Foto: Ricardo Castilho

1h20 ou até 7h00

Você pode reservar dois tipos de visitação – de 1h20 percorrendo a trilha até a dolina, ou passando 4h00 ou mais no local, para escolher a luz e o momento ideal para suas fotos, curtir a vista a partir dos mirantes e deixar-se levar pelo astral do Buraco das Araras.

Uma das 7 maravilhas de Bonito

Hoje o lugar é considerado um santuário. Uma das 7 maravilhas ecológicas que só Bonito reúne: espécimes raros, matas intactas, rios cristalinos, cachoeiras, cavernas, abismo e dolina. O Buraco recebe visitantes entusiasmados de todos os cantos do planeta. Mais de 20 mil pessoas anualmente. Técnicos, biólogos e a equipe do passeio se dedicam integralmente à sua preservação.  Centenas de milhares de anos após a primeira história acerca do Buraco das Araras, cada turista que vem descobre uma nova: a sua própria. Qual será o impacto que ele causará em você? 

Outra raridade que só o Buraco das Araras possui

É o Seu Modesto, o inventor do Buraco. Inventor, sim senhor. Só ele viu o que todo mundo olhava e não via. Que aquele lugar não podia ser soterrado pela civilização, que precisava ser protegido. Como o Seu Modesto conseguiu isso ele irá contar pessoalmente, e com muito bom humor.

Buraco das Araras - Seu Modesto tocando berrante Buraco das Araras Bonito MS Brasil Bonito Incomparável Fotógrafo Patrick Gijsbers

Foto: Patrick Gijsbers

Minha História com Bonito

Se você mora em outro país, quando vier ao Brasil ouvirá as pessoas se orgulharem de que o “brasileiro é um otimista”. O seu Modesto, brasileiro de corpo, alma e tereré, comprova isso. Em 1986 ele resolveu comprar uma fazenda para o sustento da família. Depois que fechou o negócio, percebeu que as pessoas da região de sua nova propriedade olhavam para ele com um sorrisinho sarcástico. Alguém criou coragem e resolveu esclarecer o mistério: “Seu Modesto, boa parte de sua propriedade é um buraco gigantesco”.  Talvez tenha sido nesse momento que o Seu Modesto decidiu o nome de sua fazenda: Alegria!

Mais de 30.000 dias de vida, só 60 na cidade

Eu nasci em 1936, vinte e quatro anos depois da descoberta do Buraco. Passei minha infância aqui na região de Bonito, numa fazenda na beira do Rio Formoso. Quando eu comprei estas terras já tinha 52 anos. Muita gente nesta idade pensa que já está “descendo a ladeira” da vida, como se diz em nosso país. Eu comecei a subir! Sinto orgulho de muitas coisas. Dos meus filhos, desta parte do Brasil em que moro, de ter tido forças para transformar um acidente geológico em um belo atrativo ecológico. E de só ter passado 60 dias em uma cidade. Todos os outros eu vivi no Pantanal ou aqui no Buraco das Araras.

Eu já tinha ouvido falarem do tal Buraco, só não sabia que ele era meu

Quatro anos depois que eu descobri ser o dono da piada mais engraçada do Mato Grosso do Sul, fechava os olhos e imaginava os meus boizinhos pastando despreocupados, felizes da vida, olhando curiosos as araras… na beira de um imenso buraco. Aí eu ria, gargalhava em meus pensamentos. Eu e eu mesmo, nos divertindo juntos, trocando ideias, até que um dos dois falou: “Modesto, tem aquele ditado que diz que se a vida lhe der um limão, faça uma limonada. Ela nos deu um buracão, vamos fazer dele uma atração”.  Coloquei um portão e comecei a cobrar R$ 2,00 de quem quisesse rir de mim.

Hoje eu me divirto junto com as pessoas

Em 1996 eu já não era pecuarista. Era buraqueiro. O turismo em Bonito começava a ganhar corpo e resolvi cultivar felicidade na Fazenda Alegria. Reflorestei o lugar, ideia de louco, na opinião de muita gente. Vem turistas de todos as partes deste planeta. Conheci pessoas fantásticas, gente que ama a natureza que nem eu. Hoje, o sustento de minha família é baseado no melhor sentimento que existe.

Foto: Ricardo Castilho

“Eu tenho certeza de que vi algo se mexer lá embaixo”

Viu mesmo, eu respondi. E completei: Deve ter sido um dos jacarés ou a sucuri. Mas tem isso lá?, o homem perguntou. Eu disse: Tem, e tinha muito mais, moço. Tinha um carro, tinham ossos… Vi que ele ficou branco quando balbuciou: ossos …de… que…? Segurei o riso e falei bem sério, olhando direto nos olhos dele: ossos de gente que roubava, de gente malvada… e de pessoas curiosas demais. Nessa hora não consegui segurar a gargalhada, e ganhei mais um amigo.

Seu Modesto diz que lhe deu muito trabalho cavar o Buraco das Araras...

Esta história e muitas outras estão no site do Buraco das Araras. Quando perguntam para o Seu Modesto como o Buraco foi feito, ele explica:  

Começou com meu bisavô, que deu as primeiras enxadadas para procurar água na fazenda. Depois a “obra” passou para meu avô, que repassou ao meu pai, até chegar em mim. Cavei até 100 metros e achei água. Mas tive um problema na mão, não pude continuar e tentei passar aos meus filhos… mas  os jovens não querem saber de nada, disseram que já estava bom daquele tamanho e nem mesmo arrumaram a parede, deixaram ela desse jeito mesmo…. fiquei tão bravo que, para me acalmar, eles fizeram uma homenagem para mim, esculpindo o meu rosto na rocha. Consegue ver?

Agora sou também “utuber”

Um dia o Edson Moroni, que faz o marketing aqui do Buraco, e que está sempre inventando novidade, disse que ter um canal no Youtube iria atrair ainda mais gente para cá. Respondi na hora: “Tá bom, Edson, vamos fazer isso, aí eu ensino pra você como é um utuber de verdade”. Fizemos os vídeos, estão lá no canal do Buraco das Araras. De vez em quando eu deixo o Edson mostrar a cara lá nos vídeos. Mas não sempre, para ele não ficar convencido, se achando. Que nem eu. kkkkkkkkkkkkkkk

O coração de Bonito é incomparável

Quem conhece Bonito mais de perto vê muitas coisas lindas além dos rios e das matas. Bonito tem coração de mãe, acolhedor e carinhoso. Recebe os turista que acabou de chegar como se ele morasse aqui desde sempre. Tem uma pesquisa do Ministério do Turismo que mostrou que o Estado do Mato Grosso do Sul é o mais hospitaleiro do Brasil.

Vai no João, vai na Juanita, mas não esquece do Carreteiro

Bonito tem muita comida boa. Eu gosto muito da Casa do João e Restaurante da Juanita. Mas se você puder, experimente também um bom carreteiro, comida rápida típica do Pantanal, a base de charque de varal e arroz. Com ovo frito e mandioca fica perfeito! Quando vier para cá, traga os ingredientes…. deixe a panela por minha conta! rsrsrsrsrsrsrs

Cheiro de Bonito eu não sei, mas...

Outro dia o Edson disse que perguntaram que cheiro que Bonito tem, na minha opinião. “Olha, Edson, cheiro de Bonito eu deixo para você responder… Mas se perguntarem sobre as bonitenses…aí, eu sei!” Brincadeira! Bonito tem cheiro das matas, das minas dos rios.

A voz e o sorriso do Criador

E antes que alguém pergunte, eu já respondo: o som de Bonito é o das cachoeiras, dos pássaros. Se você fechar os olhos e ficar bem quieto, “olhando” com os ouvidos, irá ouvir a voz de Deus na música das cachoeiras. Os passarinhos são o sorriso Dele.

A verdade celestial sobre o Buraco

Alguém disse que “quem não sabe de onde veio, não sabe para onde vai”. Essa é a importância de conhecer o passado, a história. Ao final do passeio eu faço questão de receber os turistas para uma conversa, para contar os meus “causos”, as histórias deste lugar, e ouvir a histórias das pessoas. Quando as histórias se encontram acontece algo muito bonito: vidas se abraçam. Nascem amizades, se descobrem afinidades, se trocam experiências. Talvez a natureza tenha criado este lugar há 200 mil anos para que ele se tornasse um livro de histórias com araras colorindo suas páginas.

Comece agora mesmo a planejar a sua viagem para Bonito!

Agências

Passagens, hospedagem, translados, aluguel de veículos, reserva de passeios: a agência de viagem cuidará de tudo para você, de forma personalizada, e lhe fará ótimas sugestões. E parcelará o pagamento

Hotéis

Uma acolhedora pousada no centro turístico, um lindo hotel integrado à natureza, um hostel surpreendente com preços bem acessíveis, um grande resort repleto de lazer: qual deles tem a cara da viagem de seus sonhos?

Publicaremos sempre novas informações sobre o turismo em Bonito, um destino Incomparável para quem curte natureza, passeios emocionantes, gastronomia com muitas opções, passear pelo comércio e vivenciar a cultura local.

Lembre-se de voltar! Se quiser, podemos avisar você:

IDB – Instituto de Desenvolvimento de Bonito
Rua 24 de Fevereiro 1507 Bonito | Mato Grosso do Sul | 79.290-000
[email protected]

 

Feito por: Sandwich Content | MCM Proesp

 

 

Bonito-in.com (C) Todos os direitos reservados